Where are you?

Visit http://www.ipligence.com

Total de visualizações de página

sábado, 29 de maio de 2010

Palpitações

Penso que não existe alguém que nunca se preocupou com o ritmo do seu coração.
Essa máquina que habita o centro do nosso peito... é fantástica! Eu diria que é perfeita! E... sendo assim, como todo o nosso corpo, o coração responde aos estímulos que recebemos de dentro (como um reflexo da harmonia entre os sistemas do nosso corpo) e de fora (através dos nossos 5 sentidos).
Não acredita?
Quem nunca sentiu o coração acelerar ao olhar, bem ao longe, uma silhueta muito íntima ir se transformando, com a aproximação, num indivíduo desconhecido? Quem já sentiu o coração acelerar ao reconhecer um perfume há muito ñ sentido? Quem nunca sofreu com uma palpitação sentida até na garganta, ao ouvir a voz materna hurrando seu nome C O M P L E T O ? Aposto que vc já percebeu o coração acelerar com um toque sutil, vindo de trás, fechando gentilmente os seus olhos, feito por mãos que vc jura que são 'aquelas'! E... pros apreciadores da boa mesa... que coisa linda é sentir o coração pulando feliz, com o gosto daquele risoto de funghi, regado à um bom vinho tinto, no final de um dia 'daqueles'! Estes, são exemplos de estímulos externos! Um pra cada sentido nosso!
Mas, o coração também acelera o seu ritmo diante de alterações somáticas (físicas), do próprio sistema cardio vascular ou de outro conglomerado de órgãos nossos, Por exemplo: exercício, stresse, hipotensão, hipovolemia (diminuição do volume de sangue circulante por desidratação ou hemorragia), anemia, hipertireoidismo, febre, gestação, entre outras tantas. Ou ainda pelo uso ou abuso de substâncias estimulantes, lícitas ou não, que estão em medicamentos, comidas, bebidas, drogas, suplementos alimentares, etc.
São tantas as situações que fazem o coração bater mais acelerado ou mais 'forte'... que fica difícil dizer em quais circunstâncias isso acontece devido a um 'problema', cardíaco ou ñ, que precisa ser solucionado. Mas, usando o bom senso, merece preocupação qualquer palpitação que te cause sintomas, como visão turva, sensação de fraqueza nas pernas ou tonteiras, mal estar no peito, baixa na acuidade auditiva, sensação de desmaio, ou que dure mais que um minutinho, mesmo quando vc percebe que aquela taquicardia foi reativa a um evento externo, mas que antes ñ te causava uma reação de intensidade semelhante.
Detectado o 'problema', procure a orientação de um médico! Qualquer alteração do ritmo do seu coração, assim que percebida, deve merecer a sua atenção. Isto porque algumas arritmias que tem consequências potencialmente graves e outras que são sinal de doenças, são mais facilmente tratadas ou terão suas consequências controladas mais rapidamente... quanto mais cedo forem diagnosticadas e tratadas. Para estas, o tempo decorrido entre o início dos sintomas e o seu tratamento é crucial.
Então... não subestime o poder do seu coração. Nem a importância de sua função. Nem a sua complexidade. Muito menos qualquer sinal de disfunção dele. Sempre procure orientação médica. Aqui vale deixar um aviso: Coração de gente é assim mesmo - Não é metrônomo, nem é relógio... É uma 'máquina viva', que reage a tudo o que nos diz respeito... Mas, sempre dentro de limites que apenas um médico pode detectar com segurança.

33 comentários:

  1. Perfeito. Ajuda a esclarecer sintomas da arritmia e incita a leitura de um...Jeff Smith...Nigela...um Jamie Oliver...quem sabe?!

    ResponderExcluir
  2. Visão turva? Não tenho.

    Fraqueza nas pernas? Não sinto.

    Tonteiras? Também não.

    Mal estar no peito? Não.

    Acuidade auditiva. Interessante é que ela já havia diminuído antes do meu problema cardíaco. Mas nada de assustador. Continuo ouvindo bem.

    Tenho sensação de desmaio quando estou deitado para dormir. Mais precisamente, quando estou pegando no sono. É um susto dos diabos!!!!! Dá a impressão que estou partindo para outra dimensão. Mas tenho certeza que não tem nada a ver com o coração. Sou capaz de jurar que é neurológico. Quando voltar a procurar os médicos, um dos primeiros será o neurologista.

    Também estou com um carocinho no polegar da mão esquerda... Bom, chega!

    ResponderExcluir
  3. Realmente... não parece ser por conta do coração.
    Mesmo assim... se te incomoda... não deixe de investigar, ok?

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia!
    32 anos,sem colesterol,sem triglicerideos,magro,tensao 12/6,nao fumante,nao bebo alcool nem café.Exercicio:algumas caminhadas regulares e corrida ligeira de 2km.
    Sentir uma leve tontura como se fosse cair seguida de extrema ansiedade,angustia,mau estar(irrealidade) e por vezes palpitaçao(tipo falha de batimento) mas que passa quando tomo ansiolitico e que melhora mantendo tratamento ansiolitico. Pode ser problema de coraçao ou posso confiar que sejam problemas de ansiedade?Desde já muito obrigado pelo esclarecimento.
    Os melhores cumprimentos

    ResponderExcluir
  6. avei,
    o único meio de descartar a origem cardio vascular para estes sintomas, é fazendo uma avaliação clínica com um cardiologista e, se este achar necessário, exames complementares (análises laboratoriais de parâmetros sanguíneos, ECG, teste ergométrico, ecocardiograma, Doppler de carótidas e holter). A origem psicossomática, neste caso, deve ser um diagnóstico de exclusão. Significa dizer que, só depois de descartadas as outras possibilidades, este diagnóstico pode ser fechado, e o tratamento farmacológico ou psicoterapêutico (ou em associação) será suficiente para eliminar sintomas e trazer de volta a sua qualidade de vida.
    Saúde e Paz,
    Cláudia Signorelli

    ResponderExcluir
  7. doutor tenho hipertensão, tomo conversyl plus e nebilet, as vezes tenho insonia, por esses dias posso tomar de meio a um comprimido de rivotril? Commo tratamento para hipertensão, me sinto muito bem, nado, corro, jogo futebol...porem as vezes tenho insonia...é bem sazonal, por minha pergunta, quando estiver com dificuldade posso tomar op rivotril, não terá problema com os outros medicamentos...
    obrigado no aguardo...

    ResponderExcluir
  8. Valter,
    Este é um medicamento com ação no sistema nervoso central, bastante utilizado para o tratamento de ansiedade, síndrome do pânico, distúrbios alimentares, TOC... Mas, ñ deve ser a primeira escolha para o tratamento de insônia, exceto se a sua causa está ligada a um dos fatores acima. Como é um psicotrópico, seu uso só deve ser feito sob estrita orientação e acompanhamento médicos. Sendo assim, será necessário que você esclareça estas questões com o seu cardiologista. Espero ter ajudado.
    Cláudia

    ResponderExcluir
  9. Olá Dra.Cláudia Signorelli
    Me chamo Franciele Zago,tenho 25 anos e desde os 19 tenho Transtorno do Pânico,comecei e parei com o tratamento várias vezes e atualmente tomo Fluoxetina 20mg/dia.Tomo Enalapril 10mg/dia também.Tenho dores no peito e já fiz um teste ergométrico que deu normal.Posso confiar nele?Meus ECG normais também,só o primeiro que deu arritmia sinusal.O que faço?Obrigada.

    ResponderExcluir
  10. Meu marido costuma sentir desconforto no peito esquerdo que segue de um inchaço momentaneo e em muitas vezes ele vomita e logo se sente bem melhor,palpitações também,enfim já fez todos os exames cardio e foram todos descartados.O que ele tem é uma gastrite moderada.erá que tudo isso vem daí?????

    ResponderExcluir
  11. Primeiramente, muito obrigada por permitir que eu tire esta dúvida com você.
    No ano passado (2009) realizei uma bateria de exames e dentre todos que fiz a única coisa diferente que apareceu foi "Prolapso da Valvula Mitral".
    Meu médico disse que é normal, e que poucas pessoas que tem isso sofrem com algum problema.
    Porém, eu estou tendo vários episódios de "disparo" no coração, e estou com muito medo, pois algumas vezes é muito forte me dando a impressão que vou morrer. Hoje tive um episódio destes, e tenho que parar tudo que estou fazendo e me segurar porque é muito muito muito forte e desconfortavel.
    No ano passado meu médico tentou simular esse problema mas nunca acontece quando estou no consultório, nem apareceu no esforço físico e nem quando usei o Holter (infelizmente).
    Algumas pessoas dizem que isso é associado ao nervoso, stress e ansiedade, e eu acredito. Mas lhe pergunto: Tenho risco de morrer? Até que ponto posso ficar tranquila?
    Eu estava tomando propanolol e ajudou (pouco mas ajudou), porém agora que estou grávida (6 meses) não tomo mais, somente Pasalix pra acalmar a ansiedade.
    Por favor, peço sua atenção pois no meu estado (grávida), tenho mais medo de morrer ainda!!! Tenho medo de infarto ou algo do gênero.
    Só quero por favor que me esclareça se é normal ser forte e doer o peito, se sempre vai parecer que vou morrer, e se isso pode desencadear alguma doença do coração. Tenho medo de ter feito os exames ano passado e hoje ter um problema por ex.

    No aguardo e muito agradecida!

    ResponderExcluir
  12. Olá Dra. Cláudia,
    Passei no concurso público e pediram para mim fazer um eletrocardiograma. No laudo, está escrito isso como conclusões:

    -Ritimo Sinusal
    -Fc - 82 bpm
    -Desvio de eixo eletrico para direita
    -ASRV

    Fiquei sismado por não saber interpretá-lo, pode esclarecer minha dúvida? O que disignifica isto?

    ResponderExcluir
  13. Franciele,
    siga a orientação do seu cardiologista.
    Apenas ele, com o resultado do seu histórico, exame físico e exames complementares, será capaz de te dar a segurança que vc precisa pra se manter bem.
    Abraço,

    ResponderExcluir
  14. Jana,
    a gastrite pode causar estes sintomas.
    Ainda assim, só o médico do seu marido pode fazer este diagnóstico diferencial.
    Abraço,

    ResponderExcluir
  15. Miltom,
    estes sintomas que vc refere são comuns aos pacientes portadores de Prolapso da valva mitral. Se te causam desconforto, devem ser tratados. Só o seu médico pode dizer o melhor tratamento.
    Estando grávida... deves consultar seu cardiologista, pois a medicação realmente deve ser diferenciada durante a gestação.
    Abraços,

    ResponderExcluir
  16. Samuka,
    -Ritimo Sinusal (ritmo normal do coração)
    -Fc - 82 bpm (frequencia cardiaca normal)
    -Desvio de eixo eletrico para direita (pode ser apenas por posição do coração dentro do tórax, mas tb pode significar sobrecargas no lado direito do coração)
    -ASRV (alterações da repolarização ventricular)
    Abraço,

    ResponderExcluir
  17. olá doutora fiz eletro, eco e não deu nada mais cintinuo com palpitações é muito ruim... oq faço

    ResponderExcluir
  18. Doutora Claúdia tenho 23 anos e nunca possui problemas cardíacos.Fiz um exame desangue e foi verificado um aumento de triglicerídeos (195),
    durante o natal e ano novo não pratiquei exercicios fisicos, voltando a rotina e um dia normal depois de um aborrecimento senti meu batimento aumentando e depois foi parando gradativamente, depois de 4 dias durante uma corrida senti o mesmo..o k poderá ser?
    Abraços

    ResponderExcluir
  19. Anônimo,
    seus triglicerídeos poderiam estar em níveis mais adequados, principalmente sendo tão jovem e fazendo exercícios com regularidade. Uma boa reeducação alimentar deve ser suficiente para isso. Quanto às taquicardias, é impossível fazer uma análise etiológica (da sua causa) baseada apenas no seu relato. Você deve procurar uma orientação médica para esse esclarecimento.

    ResponderExcluir
  20. emanuel,
    médicos tratam das pessoas e de suas queixas. Não tratamos exames!
    Sendo assim, o fato dos seus exames complementares terem sido considerados normais ñ significa que suas queixas não fazem sentido ou ñ mereçam tratamento. Procure seu médico! Ele poderá avaliar seus resultados de exames complementares, à luz da sua história e de seu exame físico, para tomada de decisões.

    ResponderExcluir
  21. Olá Dra,tudo bem? Tenho 27 anos, venho sentindo a um tempo tipo uma falha ou pausa junto com uma falta de ar que dura 1 ou 2 segundos, que em seguida as vezes trás uma grande ansiedade, medo, palpitação, mal estar e fraqueza no corpo. As vezes, sinto numa certa parte do dia durante alguns dias, e as vezes apareçe de tempos e tempos. Também tem acontecido de eu estar dormindo ou sonolento e desperto de repente com grande susto e o coração dispara, dá um medo. Já fiz exame de sangue, tireóide, HIV, raio-x do tórax e da face, 02 eletros, 1 eco e 1 teste de esforço (quase no meio do teste parei por cansaço, mas sem alteração), deram normais, e até esperiometria (com resultado de padrão restritivo leve) e por ultimo fiz um holter 24h e deu ritmo cardiaco normal, sem alteração no ST, FC na média de 89bpm, mas uma arritmia supraventricular insignificante com 04 extra sistoles, assim dizia no exame... o médico disse que com meu coração está tudo bem e que não preciso me preocupar, mas o pior é que independente dessa ´pausa´ que tenho sentindo, tenho me sentindo mal com bastante frequencia, uma certa fraqueza, mal estar e muita debilidadede, onde tem me deixado muito angustiado e depressivo, inclusive, não tenho tido uma vida normal, não tenho feito nenhum tipo de atividade, não estou trabalhando, tenho passado maior parte do dia em repouso para evitar extremos desconfortos. De fato é uma arritmia ou outro problema cardíaco, devo repetir os exames e continuara a investigar, consultar outro profissional ou de fato não devo me preocupar... (desculpe pelo tamanho do comentário e da pergunta, é que estou um pouco perdido)

    ResponderExcluir
  22. Luis Eduardo,
    Pelo texto completo, penso que seu coração é uma vítma deste momento 'depressivo' que vc descreveu. As extra sístoles são só mais um sintoma de seu 'estado de alma'. Acredite no seu cardiologista, e procure ajuda específica para se restabelecer emocionalmente. Se ainda restam dúvidas sobre a saúde do seu coração,procure outra opinião, pois enquanto vc ñ estiver certo de que seu coração vai bem, vai continuar a entender que o problema é com 'ele', e ñ com seu estado depressivo. Posso ter entendido errado... é só um relato seu, e o que eu concluí nem estava claramente escrito: lí nas entrelinhas! mas... se eu estiver enganada, me dê uma 'clareada', ok? se cuida e seja feliz!

    ResponderExcluir
  23. Drª venho sentindo cada vez com uma frequencia maior palpitações as vezes sinto como se meu coração enchesse de ar e parasse de bater por uns dois segundos ai depois ele volta a bater acelerado. sinto como se eu fosse morrer!!! me tá tontura sentia isso ao subir uma ladeira ter susto ou emoção forte mais semana passada acordei com esses sintomas. tenho asma e por isso sinto um peso no peito quando estou em crise mais nos últimos dias até esse peso tem aumentado como se algo apertasse meu peito. bom eu acho que pode ser porque eu tenho acrofobia e terei que passar 4 horas em um avião só não sei o que eu faço tô com medo de enfartar no avião... preciso procurar um cardiologista??? ou é melhor um bom calmante para o vôo??

    ResponderExcluir
  24. Olá, tenho 22 anos, 159cm, 43Kg. Minha pressão normalmente é 110/70 mmHg. Gostaria de saber se é preciso eu me preocupar, pois as vezes, sem um motivo aparente, sinto palpitações, uma fraqueza no corpo e parece que a respiração fica pesada no peito, a mão fica fria. As vezes esses sintomas passam ráipido (15min mais ou menos), mas as vezes demoram para passar (1 hora ou 2). Na infância já tomei remédio controlado a base de fenobarbital por uns 4 anos (até meus 12 anos). Na adolescência praticava exercícios físicos regularmente.Na minha família, uma tia tinha um sopro no coração. Não me considero uma pessoa ansiosa. Será que posso ter algum tipo de problema cardiáco?

    ResponderExcluir
  25. Crys,
    Pelo seu relato, me parece que vc tem uma arritmia muito frequente, chamada extrassistolia. As extrassístoles podem acontecer em corações anatomicamente normais, devido ao estímulo da adrenalina, ou podem estar associadas a alguma condição cardíaca. Para distinguir entre uma ou outra circunstância, é necessário que vc procure um cardiologista. A idéia de um 'bom' calmante para o vôo não é ruim... desde que vc tenha afastado as doenças estruturais do coração como a causa da arritmia.
    espero ter ajudado. Se puder orientar em mais alguma coisa, sinta-se à vontade.

    ResponderExcluir
  26. Niele Laine,
    Nada no seu relato me leva a crer que haja alguma ligação dos seus sintomas com o medicamento usado na sua infância. Mas, as palpitações são efeitos colaterais frequentes de medicamentos usados para o controle da asma. Para saber a causa de seus sintomas, vc deve procurar um cardiologista. Mas... sem estresse! ok?

    ResponderExcluir
  27. Tenho taquicardia,posso extrair dente?Minha pressão é normal,não fumo e não bebo.Agurdo resposta.

    ResponderExcluir
  28. Catia,
    Para emitir uma opinião eu precisaria saber qual é a taquicardia que vc tem, os motivos que causaram sua alteração no ritmo cardíaco e , se está sendo medicada, quais medicamentos vc toma. Em geral, os cardiologistas de pacientes em tratamento para arritmias descrevem aos odontólogos se existe alguma restrição ao procedimento dentário prescrito ou ao uso de algum medicamento, como vasoconstrictores, em associação à anestesia.

    ResponderExcluir
  29. Olá tenho 30 anos sou mulher e tenho tido muitas palpitaçoes,um dia parecia q ia desmaiar durante uma palpitaçao...fui a medica e estou a tomar nebilet/nebivolol aqui em portugal... no holter que fiz tive uma pausa de 2 segundos e sugeriu bloqueio de 2º grau mobitz I ... tenho que me preocupar com isso? Obrigada

    ResponderExcluir
  30. boa tarde doutora me chamo Rosangela tenho 32 anos tenho um filho de 9 anos e agora estou grávida de 7 meses e de 2 semanas pra ca venho sentindo muita palpitaçoes as vezes uma em cima da outra outrora 1 vez por dia não da pra saber quando vai acontecer e estou muito preocupada ,lembrando que eu tenho sopro no coração,e o meu medico diz que é um leve sopro,fiz eletro e eco no começo do ano e os exames estavam normais,fiz um eletro essa semana e deu um pouquinho alterado,pois meus batimentos estavam um pouco aelerados,acho devido a preocupação de ter alguma coisa não sei, o que pode ser?aguardo resposta

    ResponderExcluir
  31. Olá Marisa,
    preocupações ñ vão te ajudar.
    O que vc precisa é da opinião de um especialista, sobre a necessiade de tratamento específico, pois esta arritmia deve ser tratada.
    Abraço,
    CS

    ResponderExcluir
  32. Dra. Cláudia
    Fiz o ecocardiograma e o mesmo apresentou o seguinte resultado: ALTERAÇÃO DO RELAXAMENTO DO V.E. (GRAU II) e INSUFICIÊNCIA MITRAL DISCRETA. Tenho colesterol total de 253. A alguns dias minhas pernas começaram a apresentar inchaço. O caso é grave???

    Gilberto Lopes

    ResponderExcluir